Quarta-feira, 7 de Outubro de 2009

Poderíamos ser muito melhores

  

Face vectorizada
Foto by João
 
“Nós poderíamos ser muito melhores
se não quisésse
mos ser tão bons.”
(Freud)

publicado por O Gato às 01:12
link do post | comentar | favorito
18 comentários:
De Iduna a 7 de Outubro de 2009 às 09:56
Lá acontece tentarmos fazer as coisas da melhor maneira e piorar tudo porque na verdade acabam por sair da pior...
O querer ser bom é realmente bom, mas o tão bom já traz complicações, até porque temos de ter consciência dos nossos limites.
Beijinhos


De O Gato a 7 de Outubro de 2009 às 10:16
Olá Iduna
Estás bem? Aí está por vezes não reconhecemos os nossos limites e isso é que é o problema. Teremos que ser suficientemente bons mas em demasiado ficamos vulneráveis.

Bj


De Fátima Bento a 7 de Outubro de 2009 às 16:24
Olá gato!

olha resolvi trazer-te o jantarinho, vês? É só pores no microondas!

Agora a serio, deixei-te um miminho no meu blogue. Vai lá buscar!

B'jinhos,

Fátima


De O Gato a 7 de Outubro de 2009 às 18:20
Obrigado acabei de por no micro ondas e fui agradecer a posta de peixe!.

Bj


De guiga a 7 de Outubro de 2009 às 17:04
Oh yeah!!!
*.*


De O Gato a 7 de Outubro de 2009 às 18:27


De Maria (SorrisoIncógnito) a 7 de Outubro de 2009 às 17:30
Isso acontece quando se esquece os limites, quando se quer mais que aquilo que deveria ser, quando se pensa fazer melhor e se piora... concordo plenamente com a frase.
So_Risos**


De O Gato a 7 de Outubro de 2009 às 18:28
Por vezes queremos tanto fazer tudo que começa as coisas a sair tudo mal, nem fazemos uma nem outra.

Bj


De Marta a 7 de Outubro de 2009 às 22:17
Gatinho,
esta é sem duvida umas das melhores :-)

Beijinhos


De O Gato a 8 de Outubro de 2009 às 09:26
O ser humano quer sempre mais e é aí que peca, por vezes teremos que conhecer os nossos limites.

Bj


De Bianca a 7 de Outubro de 2009 às 23:33
... a falta de humildade cega o ser humano, e tira-lhe o que já de tão pouco humano tem... Grata por estares sempre por perto...


De O Gato a 8 de Outubro de 2009 às 09:22
Nunca me agradeças porque os amigos têm a obrigação de ajudar os seus amigos nas horas boas e más.
Tu vales aquilo que és, não só tens que te valorizar como pensar mais em ti.

Andarei por perto

Beijinho


De Regina Pacheco a 8 de Outubro de 2009 às 17:09
Ora aí está!!! Boa!
E com essa missão às vezes vamos dando cabo de nós...e, infelizmente, de outros também.
Além de que o stress é mau para a saúde física e mental (muito, muito mau!)...
Beijinhos grandes!


De O Gato a 9 de Outubro de 2009 às 09:09
Teremos sempre que de andar calmos só assim saboreamos os momentos bons que temos com as pessoas que gostamos.
A mente e a alma têm que estar tranquilas, porque os nossos sentimentos têm que ser limpos e ternurentos.

Bj


De Lia a 16 de Outubro de 2009 às 20:08
Sim, eu concordo.
Quando queremos ser bons, depois tornamo-nos demasiado exigentes com nós mesmos, e deixamos de aproveitar as coisas boas da vida, aquelas mais pequenas.

Abraço.


De O Gato a 17 de Outubro de 2009 às 10:28
Mas eu sou assim, muito exigente comigo mesmo fui ensinado assim, mas não é por isso que não curta os momentos bons da vida.

Bj


De blue258 a 25 de Outubro de 2009 às 16:56
Esta imagem é lindíssima.

Quanto a nós, como ser humano, darmos o melhor de nós em todos os momentos - acho que isso é o que mais importa. Valemos pelo que somos, acho eu.


De O Gato a 25 de Outubro de 2009 às 18:21
Uma concordancia em pleno por vezes temos que ser humildes.

Bj


Comentar post

O Gato

A espreitar

online

Visitas ao Gato

Counter
Apple MacBook Pro

Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28


pesquisar

 

posts recentes

ENCERRADO o BLOG do GATO

Gato

Nunca Nos Separamos do Pr...

Raramente interferem

O único livro

Fazer o bem ao teu inimig...

O beijo

Sentir é criar

Avalia

Seios e ter saúde

arquivos

links

subscrever feeds

eXTReMe Tracker
RESERVADOS TODOS OS DIREITOS DE AUTOR (É proibida a reprodução total ou parcial de textos deste blog sem a indicação expressa das autoria e proveniência).