Terça-feira, 9 de Fevereiro de 2010

Nunca Nos Separamos do Primeiro Amor

sonia

Foto by Ba Photographer

 

 

Já o disse em Hiroshima Mon Amour: o que conta não é a manifestação do desejo, da tentativa amorosa. O que conta é o inferno da história única. Nada a substitui, nem uma segunda história. Nem a mentira. Nada. Quanto mais a provocamos, mais ela foge. Amar é amar alguém. Não há um múltiplo da vida que possa ser vivido. Todas as primeiras histórias de amor se quebram e depois é essa história que transportamos para as outras histórias. Quando se viveu um amor com alguém, fica-se marcado para sempre e depois transporta-se essa história de pessoa a pessoa. Nunca nos separamos dele.
Não podemos evitar a unicidade, a fidelidade, como se fôssemos, só nós, o nosso próprio cosmo. Amar toda a gente, como proclamam algumas pessoas e os cristãos, é embuste. Essas coisas não passam de mentiras. Só se ama uma pessoa de cada vez. Nunca duas ao mesmo tempo.
                                                                     (Marguerite Duras, in 'Mundo Exterior ')

 


publicado por O Gato às 01:00
link do post | comentar | favorito
8 comentários:
De guiga a 9 de Fevereiro de 2010 às 11:16
Adorei esta citação!
*.*


De O Gato a 9 de Fevereiro de 2010 às 18:55
Realmente é uma das melhores que coloquei aqui.
É muito perfunda e soberba, ficamos sempre marcados pelo primeiro amor e tentamos transportalo para outras relações.

Beijinhos


De Enigma. a 9 de Fevereiro de 2010 às 12:28
Só se ama uma pessoa de cada vez? Mas existe muitas formas de amar, por isso amamos quantas pessoas queremos. O sentimento é indomável, eu amo a minha mãe, filha, esposo, irmã, cunhado, pai [amigos(as)] de forma diferente. Mais amo sem medida, e amo, amo, amo...


De O Gato a 9 de Fevereiro de 2010 às 19:13
Há várias maneiras de amar o amor do marido ou de um filho é muito diferente dos amigos e familiares, eu comprenedo o que vc me quer dizer são maneiras diferentes de amar.

Bj


De Brisa do Mar a 9 de Fevereiro de 2010 às 14:11
concordo.eu ainda hoje recordo o meu 1º amor, e já não lhe chamo amor, mas ainda existe muito carinho e boas lembranças, é uma pessoa que irá fazer parte de mim para sempre.seguimos vidas separadas, hoje estou com outra pessoa que também amo, mas de forma diferente, mais madura, mas de forma menos intensa que o 1º.


De O Gato a 9 de Fevereiro de 2010 às 19:20
Sim por vezes também recordo mais os momentos e discursos semelhantes, fica sempre a recordação mas nunca poderei amar a mulher que amo agora como naquela altura, é o que dizes amadurecemos e isso para mim foi saber perfeitamente o que quero, o que amo e o que sinto. Naquela altura talvez fosse da Juventude da adrenalina juvenil, da loucura dos excessos nunca poderei comparar. Agora tenho uma filha dessa pessoa e amoa intensamente talvez o contrário de ti, agora é que tenho a certeza que amo.

BJ


De Maria Fragoso a 10 de Fevereiro de 2010 às 23:21
Olá!
Há muitos anos li Marguerite Duras, é uma escritora que admiro talvez porque a sua escrita possua um erotismo que gosto especialmente!
Em relação a esta citação ... divido-a em duas partes distintas, concordando com a 1ª e discordando com a 2ª. Na história de vida dos nossos amores e desamores, eles não desaparecem no momento em que esse amor termina, toda essa vivência, toda a experiência vivida, todo o amadurecimento vai influenciar uma nova relação que se possa ter futuramente. Todas as pessoas que passaram pela nossa vida terão tido um contributo para a relação que possamos ter actualmente porque ajudaram a ver a nossa relação com o outro de outra forma. A história amorosa de cada pessoa acaba por nos formar enquanto pessoas e indivíduos e quando alguém diz que esqueceu a pessoa "A" ou "B" na sua vida é mentira ... só se foi uma relação ocasional ou fortuita de uma noite!
Quanto à 2ª parte, por acaso até acho que podemos amar duas pessoas e essa conversa de amar só uma acho um discurso puritano ... não falo aqui de fidelidades ... falo aqui que é possível amar duas pessoas na medida em que num único ser por vezes é impossível unificar uma diversidade de características quer a nível físico, psicologico , intelectual porque mesmo nós somos dualistas !
Iria alongar-me e seria aborrecido ... por isso fico por aqui!
Nota ... não precisa de fazer publicidade ao seu facebook ...
Um abraço


Comentar post

O Gato

A espreitar

online

Visitas ao Gato

Counter
Apple MacBook Pro

Fevereiro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28


pesquisar

 

posts recentes

ENCERRADO o BLOG do GATO

Gato

Nunca Nos Separamos do Pr...

Raramente interferem

O único livro

Fazer o bem ao teu inimig...

O beijo

Sentir é criar

Avalia

Seios e ter saúde

arquivos

links

subscrever feeds

eXTReMe Tracker
RESERVADOS TODOS OS DIREITOS DE AUTOR (É proibida a reprodução total ou parcial de textos deste blog sem a indicação expressa das autoria e proveniência).