4 comentários:
De R.Cheiros a 27 de Janeiro de 2009 às 10:50
Exactamente! Tal qual como ser humano, nunca fiando na "capa"....
Beijo
Paula


De O Gato a 27 de Janeiro de 2009 às 11:24
Agora é que tu a disses-te, é isso mesmo.
Nunca confiar num mar calmo.

Beijinhos


De a 2 de Fevereiro de 2009 às 16:05
Bonito...

Nunca confiar num mar calmo ou mesmo nunca acreditar que só porque o mar está calmo, não se passa nada de errado com ele...


De O Gato a 2 de Fevereiro de 2009 às 16:14
De errado não direi mas nas profundezas à sempre um mar misterioso e revolto.

Bj


Comentar post