11 comentários:
De Bichana a 15 de Janeiro de 2009 às 12:39
Mais uma foto espectacular, mais uma frase certeira!
Bjnhos


De O Gato a 15 de Janeiro de 2009 às 13:28
Obrigado.
Por vezes estas frases são o meu grito.
Beijinho


De R.Cheiros a 15 de Janeiro de 2009 às 17:25
E não é que concordo:)
É outra forma de falar e de gritar e pode fazer tanto ou mais efeito...
Continuação de boa tarde
Beijo
Paula


De O Gato a 15 de Janeiro de 2009 às 19:03
É verdade quando escrevemos sentimo-nos aliviados, pelo menos eu sinto isso.
Beijinhos e um resto de dia bom


De TiBéu ( Isa) a 15 de Janeiro de 2009 às 22:27
Pela ultima resposta que tens aqui, reparo que deves compreender a razão de eu fazer uns poemas para os meus pais. Pois é uma forma de conversar com eles, quando eles já partiram um á 18 anos e outro á 35. Imagina..... e a dor continua, e cada vez com mais saudades de conversar com eles. Como estão as coisas a correr contigo? Tudo a correr pelo melhor. bj


De O Gato a 16 de Janeiro de 2009 às 08:45
Claro se compriendo Tibéu.
Realmente já são muitos anos mas fica sempre uma pequena marca de dor.
As coisas estão na mesma é esperar pela hora.
Obrigado por tudo.
Beijinhos


De Bianca a 15 de Janeiro de 2009 às 23:33
... excelente transcrição, adorei, e concordo plenamente... dos tempos de adolescente, e o meu próprio blog, ainda nos dias de hoje, estão cravados de gritos, alguns lacinantes de dôr fria, outros de alegria...
Um abraço "Mano" :)


De O Gato a 16 de Janeiro de 2009 às 08:47
Sim eu sei porque ainda li muitos gritos teus.
Mas também já li post teus de uma alegria boa, saudavel.
Um grande beijinho "MANA"


De Isa_ a 16 de Janeiro de 2009 às 04:29
o ruido sente-se sempre.. às vezes tou a ler posts e é como se ouvisse as vozes d quem os escreve.. ou é imaginaçao minha ou é uma coisa chamada sinestesia..
mas claro, escrever tb é gritar, e a minha alma grita bastante.. o pior de tudo é q ela grita coisas q nem sequer consegue escrever.. imagine-se o peso q carrego dentro de mim..


De O Gato a 16 de Janeiro de 2009 às 08:52
Sim também sinto isso, as vozes das pessoas.
Acho que ao poucos vais conseguindo libertar essa dor esse grito que há em ti. Agora um conselho nunca desistas de tentar LUTA.

Tens que libertar os teus sentimentos e angustias, com o tempo vai chegar lá, ao desabafo.

Beijinhos


De Trapalhada do costume a 26 de Junho de 2009 às 16:16
"E das letras sai o que de melhor e pior há pra mostrar"

By Hélia


Comentar post