6 comentários:
De Iduna a 9 de Novembro de 2009 às 21:25
Às vezes gostava de não me sentir assim, de não sentir coisa alguma... Mas será que gostava? Também não sei se num estado desses poderia saber se ele era bom ou não... Bah! Isto ando com umas ideias estranhas. (Deu-me para me lembrar de coisas do 'Fernandinho' misturadas com outras de Psicologia...)
Uma boa semana,
Beijinhos


De O Gato a 9 de Novembro de 2009 às 22:18
A dor é sempre dolorosa qual seja ela, talvez tenhamos que saber o que é viver sem ela.
O Fernandinho por vezes ou quase sempre põe-nos a pensar demais, mas isso é bom vemos as coisas de outro ângulo ou perspectiva como queiras.

Um beijinho


Comentar post