33 comentários:
De O Gato a 29 de Novembro de 2009 às 11:13
Bem pensando assim acho que vou lá parara em menos de nada. O quê não conhecia os Gato dos Bosques da Noruega? Ok só quis ajudar e esses são um pouco toscos, não sabem e pôem-se com grandes aventuras é o que dá. Fazes tu se não bem e cuidado com as amigas que andam a passear na praia.

Abraços rapaz


De Caravaggio a 29 de Novembro de 2009 às 11:33
Bom dia Gato, não entendi bem o teu comentário. Se fazes referencia à minha Amiga não conhecer os tais Gatos da Noruega, com admiração!!! OU VOU TODOS OS ANOS À NORUEGA, à pesca do salmão (desportiva) e a provas de vela nos fiordes de Sandne e outros. Nunca tinha ouvido falar nem visto os tais gatos da Noruega e, fiquei muitas vezes em plenas florestas e em casa de pessoas amigas que tinham gatos e nunca vi nem nunca me falaram dessa raça. Mas nós cá do Norte, cá de cima, da aldeia, somos todos uns parolões que só sabemos comer tripas e francesinhas, mas NUNCA É TARDE PARA APRENDER. Um Abração


De Caravaggio a 29 de Novembro de 2009 às 12:38
Alou Gato. no meu post acima onde se lê OU VOU A NORUEGA, deve ler-se EU VOU Á NORUEGA.


De O Gato a 29 de Novembro de 2009 às 13:56
Percebi-te sem problemas


De O Gato a 29 de Novembro de 2009 às 12:44
O Gato deste post e o do blog é uma raça que se chama Gato da Noruega. Têm uma pelagem muito grande a chamada pelagem de Inverno. São os gatos e a raça que eu mais gosto, não quis de aneira alguma ofender pensava que conhecias nada mais.
E estás mal comigo adoro o pessoal do Norte, são autênticos e honestos . Vivi tês meses em pleno Gerês mais propriamente no Lindoso e conheço bem.
Agora tripas dispenso mas as francesinhas desculpa lá mas são maravilhosas. Amanhã vou a um sítio aqui em Sintra comer uma francesinha combinamos de propósito lá nesse restaurante para comermos isso.
Bem fiz agora um post só para fazer frente as meninas das botas, vê lá se gostas.

Abraços rapaz.


De Caravaggio a 29 de Novembro de 2009 às 13:12
A das botas está o máximo. O meu Paraíso cá em Portugal é no PNPG , mas no alto, colado a Trás-os-Montes, Paradela para a pesca à truta, não o Geres do turismo. se eu te perguntar o que é a truta Iris a Fário , a Pinta Vermelha a Elba na Racio , se não fores ver agora à net ver estas raças, não sabes do que se trata. Vejo muitos gatos, de muitos feitios mas como não percebo pivia de gatos, só conheço raças de gatos pelo nome de GATO. NOTA: não me passou minimamente pela cabeça questões de ofensa. Que fique bem esclarecido. Um Abração


De O Gato a 29 de Novembro de 2009 às 14:01
Bem já vi que és mesmo um fanático da pesca desportista. Bem peixe só conheço aqueles que ma caiem no prato mas deixa estar se eu tiver atrapalhado com o nome de algum peixe é só gritar pelo Caravagio que ele logo me desenrasca . Como é isso vocês pescam e depois pesam e deitam o peixo ao rio ou ficam com ele para comer? Não tens fotos dessas pescarias é deve ser fixe. Mas já viste como é peixe e gato combina bem.

Abraços rapaz


De Caravaggio a 29 de Novembro de 2009 às 14:25
Gato, sempre pesca desportiva. Quanto ao devolver à água depende de vários factores: tamanho, espécies e quando já tenho o suficiente para mim e para determinados Amigos. Também faço pesca desportiva de alto mar, de barco desportivo, aqui na nossa costa. Uma vez por ano vou ao Açores aos de cento e tal kilos que entrego sempre numa Instituição de malta nova. Quando chego lá, Terceira, a malta já me conhece e está preparada. Muitas vezes venho com zero do grande e dou a uns restaurantes e tasquinhas ali da zona aquilo que trago. Tem cuidado porque já pesquei muito peixe Gato. Por ser gato devolvo à origem. Abraço e prá Baia de Cascais que é lindíssima NOTA: no meu comentário mais acima onde se lê: OU VOU TODOS OS ANOS à NORUEGA, deve ler-se EU VOU..... Abração


De O Gato a 29 de Novembro de 2009 às 16:38
HÁ já te percebi.
Sim assim é porreiro porque é sempre bom ajudar e assim tu fazes duas coisas que gastas ajudar e pescar.
Ok não te preocupes com o engano eu percebi.
Gostei de saber que agora que tenho um "Amigo" que pesca os de 100 e tal kilos deve dar luta esses.

Abraços e agora é caso para dizer boa pesca


De Caravaggio a 29 de Novembro de 2009 às 17:08
Não disse, mas esses entre os 60 e 120 kgs , uma vez por outra mais, é o Espadarte, O Marlin e o Atum, estes são os mais frequentes. Depois há o Mero, o Safio a Garoupa undesovaiter , undesovaiter . Abração NOTA: É aquele tipo de pesca com o barco sempre a andar (corrico) não gosto da chamada pesca de dar banho a minhoca. Abração


De O Gato a 29 de Novembro de 2009 às 22:32
Sim calculei que fossem esses. Conheço bem o Espadarte, o Atum, o Marlin não é parecido com o Espadarte não tem é a lança tão grande, não é.
Como vez eu vou lá, qualquer dia sou profissional da coisa. A garoupa não se tem que ir ao fundo do mar para a caçar ou também se apanha à linha, bem quero dizer linha que mais parece uma corda devido à grossura do nylon. Mas quando andas a fazer undesovaiter, qual é a vantagem de não estar parado?
A movimentação do isco atrai com mais facilidade o Peixe de grande porte?

Abraços
PS: Ainda tiro um curso contigo é fixe saber estas coisas, estamos sempre a aprender.


De Caravaggio a 30 de Novembro de 2009 às 00:52
Ora é isso exactamente. A Garoupa e o Mero são peixes de profundidade, assim como o Safio mas este em zonas rochosas. São apanhados com a chamada amostra (isco artificial) barco sempre e andar 2,5 milhas normalmente até às 3,5, os ditos perseguem a amostra mordem e depois é técnica e sorte. O chamado tenso, parte final da linha é de aço. Se estiver parado não adianta, porque o peixe não faz perseguição e não ataca. Sempre que quiseres. Um Abração


De O Gato a 30 de Novembro de 2009 às 16:52
Bem não estou mal. Já percebi, agora não sabia é que o final é em aço.
Ok já entendi.

BJ


De Caravaggio a 30 de Novembro de 2009 às 17:39
É mesmo aço. Conselho, Li hoje no JN e ouvi na rádio, que um gato abriu uma torneira da água quente e o apartamento, ausente dos donos, ficou todo inundado de água a ferver. O vizinho do andar debaixo começou e ver água a cair do teto e, no chão da sala. Nós também fazemos destas coisas, mas aconselho-te a deixares ficar os gatos , e tirares todas as torneiras que tens em casa. Abração


Comentar post