De Regina Pacheco a 6 de Janeiro de 2010 às 15:52
Eh lá!!! Amar não é só descobrirmos a nossa riqueza...amar também é descobrirmos as nossas fraquezas, as nossas paranóias, as nossas manias, a nossa doçura...tudo e mais alguma coisa quando amamos, mas nem sempre é bom! Porém, vou arranjar maneira de concordar com a frase porque ao nos descobrirmos por inteiro (ou mesmo só em fracções!) vamos sempre acrescentar algo ao nosso ser - nem que seja para retirar alguma coisa do nosso ser, isso também é sempre um acrescento! Por isso, amar é sempre bom e faz-nos sentirmos muito ricos, muito privilegiados. Temos algo ou alguém que nos fornece essa riqueza que preenche o nosso ser interior - se não for para sempre, pelo menos enquanto durar! E essa vai sempre permanecer sempre: seja pela aprendizagem, seja pela ternura ou seja pelo amor que (ainda) permanece! Pareço um pouco reticente ao "para sempre", porque custa-me acreditar no "para sempre" - o para sempre parece-me tanto tempo...prefiro o " que seja infinito enquanto dure"! Beijinhos grandes, Gato!


De O Gato a 6 de Janeiro de 2010 às 18:59
Ah! aqui está um texto que gosto, daqueles que dão pica.
Sim quando amamos alguém e estamos com essa pessoa, ela vai-nos conhecendo todas as nossas manias e fraquezas e por mais que digam que não todo o ser humano as tem, uns mais que outros como é lógico mas abrimos o "leque" e por vezes até descobrimos coisas em nós que nunca pensaríamos
Como dizes por vezes é mau porque deitamos cá para fora todas as coisas boas mas também as más que por vezes magoam o outra pessoa, o feitio especial e duro de aturar eu reconheço isso. É que as coisas por vezes não teriam que ser sempre à nossa maneira porque a outra pessoa também tem uma palavra a dizer e surge alguns conflitos e os espinhos vêm ao de cima. Aprendemos sempre com novas experiências mesmo que não que haja formas diferentes de pensar e agir aprendemos sempre qualquer coisa para alimentar o nosso ser e pensamento. Sim concordo por vezes até nos completa em várias formas no pensamento, no amor, nas atitudes em tudo no geral, aprende-se sempre e é pelo menos para mim um equilíbrio para o nosso interior amarmos alguém, os conflito fazem sempre parte. Também um casal que não discute por vezes e esclarece os seus pensamentos e atitudes para mim não é casal é xoucho . Fica sempre uma marca e nunca se esquece a pessoa que esteve por momentos ao nosso lado isso nunca, é como nós termos ficado com um pedaço dessa pessoa um pensamento algo mesmo que nos dermos mal fica sempre algo de bom ou mal, quer dizer fica-se marcado. Não sei se é para sempre mas talvez acredite que sim porque em certas coisas que mais tarde nos acontece, pensamos . Bem já tive esta situação com a mulher tal, ou já vivi isto momento, fica a marca para sempre de certeza. O que é enquanto dura é a marca com que se fica é a aprendizagem é o momento em que amamos depois é a lembrança, a recordação é talvez a vivência de vida, não será?

Bj gostei deste comentário como sempre


Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres




O dono deste Blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.